Destaques
Home / Perfumes dos Famosos / Carolina Herrera – A rainha dos perfumes!

Carolina Herrera – A rainha dos perfumes!

A estilista Maria Carolina Josefina Pacanins y Nino de Herrera Guevara, conhecida como Carolina Herrera, nasceu em 8 de janeiro de 1939 na cidade de Caracas, Venezuela. Quando tinha 13 anos, a avó levou-a a uma viagem à Paris, onde descobriu o estilista espanhol Cristobal Balenciaga, que lhe serviria de inspiração no seu trabalho.

Aos 25 anos, começou a trabalhar como Relações Públicas na Casa Pucci, na Venezuela. Conheceu então Maria Teresa Herrera, mãe de Reinaldo, um editor da revista Vanity Fair, com quem se casaria em 1968. Após ter, durante anos, feito parte da lista das mulheres mais bem-vestidas dos Estados Unidos, em setembro de 1980, apresentou como teste seu primeiro trabalho.

Muito bem recebido pela crítica, conseguiu o apoio de um investidor venezuelano, Armando de Armas, para fundar uma empresa no ano seguinte. Nessa altura, mudou-se permanentemente com a família para Nova Iorque.

Estabelecida na cidade, foi somente em abril, que ela apresentou oficialmente sua primeira coleção prêt-à-porter no Metropolitan Museum, com sobreposição de tecidos diferentes em comprimentos variados, e logo conquistou clientes importantes, entre as quais a rainha dos cosméticos Estée Luader e Jacqueline Kennedy Onassis, que encomendou a Carolina Herrera o vestido de casamento de sua filha Caroline. Imediatamente grandes lojas de departamento compraram suas roupas.

Carolina Herrera começou também a fazer coleções de vestidos de noiva, mas foram os perfumes que contribuíram para divulgar o seu nome no mundo inteiro. Isto aconteceu em 1988, quando a empresa espanhola de perfumaria Antonio Puig criou o famoso perfume feminino CAROLINA HERRERA. A partir deste momento a estilista construiria um verdadeiro império que se consolidou com lançamento de sucessos como o Herrera for Men, primeiro perfume masculino da marca, inspirado nos dois homens com principal participação na vida da estilista, o marido Reinaldo Herrera e o pai Guillermo Pacanins, lançado em 1991; e o 212, uma das fragrâncias de maior sucesso da grife, inspirada num estilo vanguardista nova-iorquino e lançada em 1997. Seus primeiros perfumes se transformaram, em menos de uma década, em verdadeiros clássicos do mundo das fragrâncias e continuam atuais como no dia de seus lançamentos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*