Destaques
Home / Dicas Gerais Sobre Perfumes / Antitranspirantes x Perfumes

Antitranspirantes x Perfumes

Ideais para combater os odores causados pelo suor, antitranspirantes sem cheiro são opção para quem deseja manter o aroma de seu perfume intacto  Foto: Shutterstock

Responsáveis por proteger diariamente as axilas dos odores causados pelo suor, os antitranspirantes sem cheiro também podem ser uma boa pedida para quem deseja manter o aroma do perfume preferido intacto e ainda garantir a proteção necessária para deixar a região sequinha ao longo do dia.

Sucesso absoluto entre as pessoas que se incomodam com a umidade presente debaixo do braço, as versões do produto que não apresentam qualquer tipo de fragrância em sua composição, além de contarem com um ingrediente capaz de combater as bactérias causadoras do mau odor e reduzir a transpiração na axila, não “brigam” com as notas olfativas dos cosméticos utilizados pelo usuário.

É importante evitar o conflito entre os aromas para prevenir que a mistura provoque incômodos, como enjoos e dores de cabeça. “Além disso, a ausência das substâncias que dão cheiro à fórmula minimiza os riscos de alergias”, ressalta Marcia Cristina Linhares, dermatologista, sócia titular da regional do Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

No entanto, como outros componentes presentes na composição dos antitranspirantes podem desencadear dermatites de contato nada agradáveis para as axilas (vermelhidões e coceiras, por exemplo), a dica é optar pelos itens feitos apenas com substâncias neutras que vêm conquistando cada vez mais espaço no dia a dia de homens e mulheres.

Desenvolvidos para darem à pele somente o que ela necessita para ficar visivelmente saudável, os artigos de higiene sem perfume ajudam a reduzir o risco de reações adversas na área. “Eles oferecem a mesma qualidade dos demais de sua categoria, com o diferencial de privilegiarem a saúde cutânea, principalmente de quem tem a pele sensível”, avalia Valcinir Bedin, dermatologista e diretor do Centro Integrado de Prevenção do Envelhecimento (CIPE).

Aplicação que exige cuidados
Apesar de aliar a proteção contra os odores caraterísticos do suor e facilitar a vida de quem gosta de usar apenas uma fragrância todos os dias, os antitranspirantes sem perfume precisam ser aplicados com bastante atenção. “O ideal é sempre lavar a área antes de usar o cosmético para deixar as axilas secas e limpas”, recomenda Marcia.

Com princípios ativos diferenciados, o produto deve ser usado logo no início do dia para garantir até 48 horas de proteção. “Apenas quem tem hiperhidrose (sudorese excessiva) precisa aplicá-lo mais vezes para suprir as necessidades”, lembra a dermatologista. No entanto, se o problema não for contornado, o mais indicado é recorrer à aplicação de toxina botulínica ou à cirurgia de simpatectomia (retirada das terminações nervosas responsáveis pelo estímulo das glândulas sudoríparas).

Pegou a dica? Use antitranspirante sem perfume e coloque a sua fragrância predileta sem causar várias sensações de odores!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*